O encontro

O 4º Contato Coletivo está sendo composto por Oficinas, Laboratório Imersivo e JAMS de improviso. Pela primeira vez, nossa organização está investindo numa proposta mais independente de realização, sem patrocínios, construindo suas ações a partir da parceria dos professores e toda equipe de organização, buscando outros caminhos de sustentação. Cada pessoa integrante dessa equipe, desde produção, elaboração do site, construção de arte gráfica e professores, se dedicaram a fazer esse Encontro acontecer pela via do afeto, da amizade, e do desejo de mover junto.

Assim, convidamos os participantes a se engajar também na realização desse espaço de trocas e práticas de conhecimento em dança, com oficinas e o laboratório que serão viabilizados a partir do investimento financeiro dos participantes, conforme valores indicados na aba Inscrição do site.

Para conhecer melhor as atividades oferecidas pelo Encontro, segue abaixo os conteúdos de cada proposta.

OFICINAS

Queda, desorientação e ascensão no Contato Improvisação. 

Ricardo Neves (SP)
Dias 5, 6 e 7 de julho de 2019
Das 10h às 13h

Pequenas e grandes quedas transformadas em pousos seguros. Girar buscando a desorientação, o equilíbrio e a queda constante em mudanças de níveis em solos, duos, trios…

Conscientizar nosso alinhamento ósseo para receber e equilibrar o peso do parceiro. Investigar a possibilidade de fazer grandes transferências de peso, sem submeter totalmente a gravidade, trabalhando a sustentação da queda com o menor esforço possível e maior segurança. Dialogando com o contato estão presentes como ferramentas o Aikido, coordenação motora e a ideoknesis junto a reflexões atuais.

Ricardo Neves pratica Contato desde 1997. Dançarino e ator. Criador e intérprete de solos de improvisação. Diretor artístico, atualmente também produtor, do Encontro Internacional de Contato Improvisação de São Paulo (completando a 10ª edição em Janeiro de 2018) e Coprodutor do Encontro Internacional de C.I. em Ilhabela (8ª edição em Fevereiro de 2018) e diversos eventos relacionados ao C.I. Praticante da arte marcial japonesa Aikido, faixa preta (1º DAN). Estudou Contato Improvisação com: Tica lemos, Steve Paxton, Nancy Stark Smith, Andrew Harwood, Cristina Turdo, Martin Keogh, Gustavo Lecce, Daniel Lepkoff, Nita Little, Ray Chung entre outros. Professor de Contato desde 2001. Lecionou aulas nos Festivais Internacionais de Contato Improvisação da Argentina, Uruguai, Chile, Alemanha, Rio de Janeiro, Salvador, Minas Gerais, Brasília, Natal, Porto Alegre e Florianópolis. Em São Paulo, ministra aulas regulares de C.I. no Centro de Referência da Dança da Cidade de São Paulo e no Espaço Vajra, em São Paulo.

Rolando de rir

Íris Fiorelli (SP)

Dias 5, 6 e 7 de julho de 2019
Das 15h às 18h

Esta prática consiste em aproximar dois universos, o contato improvisação e a palhaçaria. Fruto de uma pesquisa, paixão e prática iniciados em 1997. Os interesses estão nos pontos de intersecção das linguagens e como podem se potencializar a serviço de: ampliar a percepção, disponibilizar o corpo para a criação, trazer atenção e cuidado para nossa saúde e alegria enquanto improvisamos/dançamos. A pesquisa busca aprofundar uma pedagogia onde o jogo + dança se tornam materiais que atendem a diferentes interesses e profissionais. Trabalharemos com temas como: “dança + diversão”, intenções na dança, “ver e ser visto”, “triangulação”, todes dançamos com todes, facilidade para entrar e sair dos duos, trios e outras variações. Lograremos um estado alerta sem tensão, trazendo ar e disposição para a nossa prática.

Ao longo dos anos Iris Fiorelli vem se interessando pelos lugares em que essas duas técnicas se encontram para que elementos de ambas se potencializem.

Iniciei meus estudos e pratica de Contato Improvisação e da arte [email protected]ç@ em 1997, em SP, no estúdio Nova Dança.Estudei e me dediquei profissionalmente a outras técnicas de dança como:clássica, contemporânea , flamenco e clássica indiana.A partir de 2005 meu foco se evidenciou para estas duas  linguagens que trabalho: Contato Improvisação e a palhaçaria. Estudei e seguirei estudando com professores de diversas nacionalidades.Me interessam muito os espaços de prática intensiva e na natureza, assim me dedico a ir como aluna ou como professora  aos encontros e festivais especialmente do Brasil e Argentina, mas já passei também pela Alemanha, Polônia e Chile.

Organizo coletivamente o festival www.transformandopelapratica.wordpress.com, em Gamboa – SC. Nômade há alguns anos, dou aulas dessas técnicas por onde passo, e especialmente apresento meus solos de palhaça: Magavilha e Retalhos Populares, (www.retalhospopulares.org, instagram:palhacacarmela).

Estar com diferentes comunidades dessas práticas realmente me move, dançar em espaços de natureza, unir a prática de jogos e humor à dança e apurar a técnica para uma dança leve, saudável, prazerosa e cheia de escuta.

Do olhar à dança
Com Felipe Cirilo (SP)
Dias 10 e 11 de julho de 2019
Das 9h às 13h

De que maneiras somos tocados?

De que maneiras os espaços atravessam os nossos corpos?

Como dançamos isso?

Nessa aula dançaremos entre perguntas e respostas, desde o olhar que toca o nosso corpo até colisões e carregamentos.

Dançaremos o que o olhar gera nos nossos corpos, dançaremos o que as colisões geram nas nossas danças.

Felipe Cirilo é negro, artista do corpo, licenciado em dança pela FPA – Faculdade Paulista de Artes, bailarino e professor. Atualmente integra o NIC – Núcleo Improvisação em Contato, o Núcleo Aqui Mesmo e a Asili Coletiva. Entre seus trabalhos solo, apresentou “Depois da Parede” nos festivais de dança em paisagens urbanas, em Cuba e na Argentina.

É artista-orientador no Programa Vocacional, atuou em Guarulhos como orientador em dança e práticas de apreensão da cidade na Escola Viva de Artes Cênicas, nos CEUs e na formação permanente dos professores da rede municipal.

Contato Improvisação: estados internos do corpo na dança
Dresler Aguilera

Dias 12, 13 e 14 de julho de 2019
Das 10h às 13h

Como construir danças através do Contato Improvisação (C.I.) que possam despertar ou relembrar diferentes estados corporais-mentais para a criação colaborativa? A responsabilidade mútua que identifico nos princípios dessa forma de dança, o contato improvisação, me instigam a questionar as hierarquias de alguma maneira fixadas no fazer e pensar a dança, de acordo com os diferentes corpos que nos relacionamos. Através de princípios das abordagens somáticas estudaremos algumas estruturas do corpo e as diversas relações que nascem a partir do meu corpo com suas próprias questões e meu corpo em relação com outras pessoas, emoções, objetos e situações. Oscilando com a escuta sensível para as diferentes qualidades de movimentos no C.I. trago também minha influência no Aikido, o corpo em situações imprevisíveis, com rolamentos, quedas e a desorientação em diversos níveis e intensidades.  

Dresler Aguilera é bacharel e Licenciada em Dança pela Universidade Anhembi Morumbi de São Paulo e formação no curso técnico em Dança na ETEC de Artes SP.  Atualmente integra o Núcleo Improvisação em Contato (NIC), sob direção de Ricardo Neves, contemplado pelo ProAc Circulação de Espetáculo de Dança, 2018. Estuda arte marcial japonesa Aikido e Contato Improvisação desde 2012.  Trabalha na organização e produção junto com Ricardo Neves do Encontro Internacional de Contato Improvisação em São Paulo (atualmente na 10ª edição em Janeiro de 2019) e Ilhabela (8ª edição em Fevereiro de 2019, juntamente com Silvia Carderelli-Gronau). Integrou a equipe de produção do Dança à Deriva – 5ª Mostra Latino Americana de Dança Contemporânea, em 2018, sob a direção e concepção de Solange Borelli. Em 2016, o Núcleo Improvisação em Contato foi contemplado pela 21ª edição do Programa Municipal de Fomento a Dança da Cidade de São Paulo Foi bailarina da Cia. Corpos Nômades, sob direção de João Andreazzi, participando da criação e circulação do espetáculo “O Especulados de Olhos Invisíveis de Carne (2015 e 2016). 

LABORATÓRIO IMERSIVO

Com Coletivo Lugar Comum (PE) + Hugo Leonardo (BA) + Dresler Aguilera (SP) + Felipe Cirilo (SP) + Iris Fiorelli (SP) + Ricardo Neves (SP) + participantes inscritos
Dias 10 à 14 de julho de 2019
Das 15h as 18h

Um espaço que será construído coletivamente entre a equipe do Encontro e os participantes para praticar e experimentar as possibilidades doe Contato Improvisação, agregando os desejos dos envolvidos. Um laboratório imersivo de 5 dias, de pesquisa compartilhada, para quem tem interesse em aprofundar questões do Contato Improvisação.